Autora de Harry Potter diz que a Lello não inspirou os livros

Livraria Lello. Fonte: Fotografia de Associação de Turismo do Porto e Norte, AR
Livraria Lello. Fonte: Fotografia de Associação de Turismo do Porto e Norte, AR

J.K. Rowling declarou no Twitter que, ao contrário do que se pensava, ela nunca sequer visitou a famosa livraria no Porto.

Em sua conta pessoal no Twitter, a autora dos livros de Harry Potter afirmou que, apesar de ter morado na cidade do Porto nos anos 90, nunca visitou a Livraria Lello. A livraria, por outro lado, ficou mundialmente famosa pois acreditava-se que esta havia inspirado J.K. Rowling enquanto escrevia a série.

A história contada era de que Rowling frequentava regularmente a Lello enquanto morava no Porto, e que a escadaria da livraria teria sido a inspiração para as escadas da Escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts, que se movem sem aviso e transportam os alunos para lugares do castelo nos quais não pretendiam ir.

A autora compartilhou a informação em uma série de tweets, após admitir ter passado um tempo pensando sobre adicionar uma seção ao seu website onde falaria sobre as “alegadas inspirações e locais de nascimento de Potter”. O primeiro exemplo dado por Rowling foi o The Elephant House em Edimburgo, na Escócia, que tem em sua porta uma placa afirmando ser o lugar onde a história de Harry Potter nasceu. “Eu já estava escrevendo Potter há vários anos antes mesmo de botar o pé neste café, então não é o lugar de nascimento, mas eu de fato escrevi lá”, explica a autora.

Existem vários lugares associados à Harry Potter no Porto, já que o primeiro livro da saga sobre o jovem feiticeiro foi parcialmente escrito na cidade. Rowling se mudou para Portugal no início dos anos 90 após a morte da mãe, tendo passado cerca de dois anos no país como professora de inglês na Encounter English.

Após afirmar nunca ter ido à Livraria Lello, Rowling publicou outro tweet, onde consola os fãs decepcionados com a notícia, revelando outro lugar que frequentou enquanto criava seu famoso universo literário. “Esse é provavelmente o café mais lindo onde eu já escrevi, na verdade. The Majestic Café na Rua Santa Catarina.”

A Livraria Lello, por ter sido ligada à Rowling por tanto tempo, organiza há anos eventos relacionados a sua série de livros sobre o “rapaz que sobreviveu”. A livraria foi, inclusive, o local escolhido para o lançamento da versão inglesa do livro Harry Potter e a Criança Amaldiçoada em 2016, uma peça que constitui a última obra do universo literário de Harry Potter.