Caçadores-coletores de Göbelki Tepe surpreendem pesquisadores

Göbekli Tepe, no sul da Turquia. Foto: Vincent J. Musi / National Geographic Creative

É considerado o templo mais antigo conhecido do mundo, fica na Turquia e tem quase 12 mil anos. Agora, pesquisadores descobriram que ele foi projetado com uma incomum compreensão dos princípios geométricos.

Göbekli Tepe é um conjunto monumental que foi construído quando o homem estava aprendendo a cultivar plantas e domesticar animais, época em que era caçadores-coletores. Localizado na Turquia e amplamente citado como o local de culto mais antigo já descoberto, esta relíquia gigante da idade da pedra só foi descoberta nos anos 90.

Vista aérea de Göbekli Tepe. Foto: Cambridge Archaeological Journal.

Neste mês de maio, pesquisadores publicaram artigo científico no Cambridge Archaeological Journal e levantaram mais uma ponta do véu da verdadeira história do lugar: uma nova análise sugere que os arquitetos que desenharam a planta das misteriosas salas de Göbekli Tepe tinham muito mais experiência em planear estruturas geométricas do que se imaginava.

A história de Göbekli Tepe permanece um desafio, porém o estudo apresentado é uma tentativa de reconstruir o processo arquitetónico envolvido na construção. Tal investigação lança luz sobre sua história, permitindo assim uma nova avaliação sobre as pessoas que as construíram.

De acordo com os pesquisadores, o complexo não é composto por estruturas separadas e não relacionadas, mas por salas e pilares vinculados e que foram projetados juntos de acordo com um único plano.

O mais notável é que os pontos centrais de três dos espaços mais significativos de Göbekli Tepe, parecem estar interligados geometricamente num triângulo quase quje perfeitamente formado – o que sugere uma relação hierárquica e ordenação entre os compartimentos, dizem os pesquisadores no artigo.

“Todos os compartimentos têm tamanhos e formas diferentes, portanto as chances de que esses pontos centrais formem um triângulo equilátero por acaso são muito baixas” disse o arqueólogo e co-autor do estudo Gil Haklay ao jornal Haaretz.

Novos cálculos mostram triângulo formado. Fonte: K. Schmidt and J. Notroff, DAI.

Esse nível de pré-planeamento – especialmente milhares de anos antes da escrita – exigiria o uso de outros tipos de marcadores, como juncos dispostos no chão para esboçar um mapa improvisado, sugerem os pesquisadores.

Os arqueólogos dizem que o que se descobriu até agora do templo, por meio de escavação, é apenas uma fração – talvez até 5% – da totalidade de Göbekli Tepe e que muitos outros tipos de estruturas estão esperando sob o solo turco.