Dia Mundial da Água em tempos de epidemia

Fonte: Pexels

Criado em 1993 pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, o dia de celebração da água é hoje, dia 22 de março. Um marco importante, especialmente face ao cenário atual de que o mundo é palco.

Segundo o relatório anual da UN Water, órgão para a preservação de recursos hídricos das Nações Unidas, 2.2 bilhões de pessoas não têm acesso à água potável e 4.2 bilhões de pessoas, correspondendo a 55% da população mundial, não têm acesso a saneamento básico.

Face ao cenário atual, com o coronavírus, a indisponibilidade do principal aliado nas medidas de prevenção contra a virose, colocam em situação de extremo risco as populações carentes de países em desenvolvimento.

Outro problema ao qual o relatório faz vista é o consumo de água e como este será afetado pelo aquecimento global, apontando inclusive para o tratamento da chamada água de reúso como gerador de 3 a 7 % dos gases estufa emitidos. E enquanto a água é por diversas vezes apontada no relatório como uma das formas de combate ao aquecimento da Terra, nomeadamente através da melhor gestão do seu ciclo em escala global, pouco se dá a implementação dessas medidas à cenários reais.

Consumo inteligente: como proceder?

Alguns conselhos para diminuir o uso excessivo de água no dia-a-dia são, para já, diminuir o tempo no duche e lavar as mãos e escovar os dentes com a torneira fechada. Mas como saber quanto consumo é demais? O site G1 oferece um simulador pra calcular o uso de água doméstico diário.

O uso inteligente de recursos vai ser uma das mais importantes lições da humanidade para esta geração. Algo que nos dias de hoje se observa já em parte da sociedade, que enfrenta racionamentos graduais de bens essenciais, e agora isolamentos voluntários fruto de uma pandemia.