Himalaias de novo à vista

Fonte: Jornal Público
Fonte: Jornal Público

Na Índia os efeitos do bloqueio da população em casa, devido à Covid-19, já são visíveis. Ao fim de tantas décadas, com a redução do ar poluído, os habitantes conseguem ver o topo da cordilheira dos Himalaias a mais de 160 quilómetros de distância.

Segundo o Público, há mais de 1,4 mil milhões de pessoas impedidas de sair de casa desde 24 de Março. O Comité de Poluição Central da Índia (CPCI) revelou, recentemente, uma “significativa melhoria na qualidade do ar”. No total, uma semana depois da imposição das medidas de contenção, 85 cidades já registavam menores níveis de poluição.

“Como resultado das restrições rigorosas a viagens, e do encerramento de atividades não essenciais foi observada uma melhoria da qualidade do ar em muitas cidades do país”, lê-se num relatório publicado pelo CPCI a 31 de Março.

Balbir Singh Seechewa, um sikh que está a alertar para os problemas da poluição na Índia há muitos anos, em entrevista à estação de rádio SBS Hindi, diz que “nunca viu nada assim nos últimos tempos”. “E não é só isso, há estrelas visíveis durante a noite”, acrescenta.

Além da Índia e de vários países asiáticos que melhoraram os seus índices de poluição, em Portugal, por exemplo, a paragem causada pela pandemia da covid-19 reduziu as emissões de dióxido de azoto. Em Lisboa, a redução atingiu os 80% e alguns locais do Porto registaram mudanças perto dos 60%.

Fonte: Twitter