OMS e empresas de vídeo-jogos contra a Covid-19

Fonte: Twitter Activision Blizzard

Numa pareceria nunca antes vista, a Organização Mundial da Saúde e empresas líderes em criação de jogos online somam esforços para garantir que mais pessoas fiquem em casa.

O projeto #PlayApartTogether, anunciado ontem dia 28 de março, é a mais nova ferramenta para incentivar o distanciamento social, ao redor do mundo. A nova iniciativa conta com as principais companhias no ramo de jogos, nomeadamente Unity, Riot Games, Zynga, Activision Blizzard, entre outras.

O programa promete, para além de disponibilizar jogos exclusivos e workshops de código, promete também educar o público sobre as medidas de prevenção contra a COVID-19.

Segundo o USA Today, a decisão de parceria por parte do órgão vem depois de o mesmo ter classificado o vício em jogos online como um distúrbio à saúde mental, em seu relatório oficial de doenças e distúrbios mentais, ou ICD-11.

Apesar da decisão polêmica, Ray Chambers embaixador Americano, afirmou seu apoio aos esforços conjuntos, em um tweet, no mesmo dia em que o projeto foi anunciado, lembrando que o verdadeiro objetivo é ajudar a conter a pandemia.