R0: o número indicador do contágio

Fonte: World Health Organization
Fonte: World Health Organization

A procura diária da diminuição do valor R0 (0 de zero) é uma luta constante no combate à Covid-19. Em Portugal este valor encontra-se ligeiramente acima de 2.

Sempre que surge uma epidemia, o R0 é um dos indicadores utilizados para avaliar a situação de propagação do contágio. O R0 é um termo matemático que determina o grau de contágio de uma infeção. Também pode ser visto como o número de reprodução, indicando o número médio de pessoas que apanham a doença proveniente de uma pessoa que esteja infetada.

Como foi referido anteriormente, o R0 em Portugal está um pouco acima de dois. Isto é, por cada pessoa infetada, em média duas pessoas ficam contagiadas. A nível mundial, segundo a Organização Mundial da Saúde citada pelo Público, este número mantém-se entre o dois e dois e meio.

Este valor (R) é muito importante em vários pontos para perceber como a infeção se espalha na sociedade, se aumenta ou se diminui. Contudo, não explicita a gravidade da doença, por exemplo.

Importa agora perceber o que há a fazer para que este número não aumente, já que a sociedade influencia diretamente o crescimento do R0. “Sublinha-se a nossa influência no aumento do R0. Somos muitos, a viver muito perto e a viajar muito rápido de um lugar para o outro”, reforça Andrea Cunha Freitas no artigo do Público. A única forma de estabelecer, ou até mesmo diminuir, este valor é ficar em casa.