Registo da revolta no Sudão vence World Press Photo 2020

"Straight Voice", foi tirada pelo fotógrafo da AFP Yasuyoshi Chiba.

A foto, intitulada “Straight Voice”, foi tirada pelo fotógrafo da AFP Yasuyoshi Chiba e mostra um manifestante recitando poesia enquanto os colegas o iluminam com a luz de seus telefones.

A imagem vencedora do mais famoso concurso de fotojornalismo, o World Press Photo, ganhou o título de “Straight Voice” e foi tirada pelo fotógrafo da Agence France-Presse (AFP) Yasuyoshi Chiba. Na imagem, vemos um jovem, iluminado por telefones móveis, recitando poesia, em protesto enquanto manifestantes pedem um novo governo, durante um apagão em Cartum, Sudão, em 19 de junho de 2019.

Yasuyoshi Chiba relatou que: “O local estava num apagão total. Então, inesperadamente, as pessoas começaram a bater palmas no escuro. As pessoas seguravam celulares para iluminar um jovem no centro. Ele recitou um famoso poema. No meio da respiração, todos gritaram ‘thawra’, que significa revolução em árabe. Sua expressão facial e voz me impressionaram, eu não conseguia parar de me concentrar nele e capturei o momento. “

Quatro outras fotos foram indicadas como finalistas no concurso, são elas:

“Relative Mourns Flight ET 302 Crash Victim” de Mulugeta Aye – um fotojornalista etíope. Em 10 de março de 2019, o voo ET302 da Ethiopian Airlines caiu após descolar de Adis Abeba, matando 157 pessoas. Nesta imagem, Ayene fotografou o parente de uma vítima jogando terra no rosto no local do acidente.

Fonte: Mulugeta Aye

Clash with the Police During an Anti-Government Demonstration” de Farouk Batiche – um fotojornalista da Argélia. Um levante liderado predominantemente pela geração mais jovem da Argélia levou à deposição do ditador Abdelaziz Bouteflika em abril. Quando se demitiu, entregou o poder a um governo interino, apoiado por militares, mas os manifestantes continuaram pedindo um retorno a uma democracia civil e a saída dos oficiais da velha guarda associados ao governo Bouteflika.

Fonte: Farouk Batiche

“Awakening” de Tomek Kaczor – um fotojornalista de Varsóvia.

Uma menina arménia de 15 anos chamada Ewa havia acabado de acordar de um estado catatónico de 9 meses, causado por uma condição conhecida como Síndrome da Resignação. Ela foi fotografada em um centro de acolhimento de refugiados em Podkowa Lesna, Polônia, em junho passado. A síndrome deixa os pacientes imóveis, mudos, incapazes de comer e beber e incapazes de responder a estímulos físicos. Afeta crianças traumatizadas apanhadas em longos processos de asilo e é comum em crianças ciganas e yazidis em particular.

Fonte: Tomek Kaczor

Injured Kurdish Fighter Receives Hospital Visit – de Ivor Prickett, fotojornalista irlandês.

Ahmed Ibrahim, um lutador de 18 anos das Forças Democráticas da Síria, foi fotografado no hospital de Hassakeh em 20 de outubro do ano passado. Ele havia sido gravemente queimado em conflito com as forças turcas. A namorada dele relutou em entrar na sala, pois ficou horrorizada com os ferimentos dele. Mas, depois de algum incentivo de uma enfermeira, ela entrou, segurou a mão de Ahmed e teve uma breve conversa com ele.

Fonte: Ivor Prickett