Universidade do Paraná transforma contrabando em álcool gel

Fotografia: Chiuniti Kawamura/AENoticias
Fotografia: Chiuniti Kawamura/AENoticias

Bebidas alcóolicas apreendidas pela Receita Federal do estado do Paraná, no Brasil, estão sendo transformadas em álcool gel 70%. Os produtos, produzidos por professores e estudantes, são posteriormente distribuídos para órgãos públicos.

A Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro), na cidade de Guarapuava, está a transformar bebidas como cachaça, vinho, cerveja, vodca e licor em álcool gel, importante agente na contenção da Covid-19. O produto é, então, utilizado pelo setor de saúde da universidade e por órgãos como unidades de saúde, escolas públicas, Corpos de Bombeiros e Defesa Civil.

Segundo o jornal Gazeta do Povo, o diretor da Unicentro, Maico Taras da Cunha, afirmou que, apesar da universidade fabricar álcool para limpeza, a sua produção foi interrompida devido à alta demanda de álcool gel. De acordo com o diretor, “os pedidos por álcool 70% aumentaram 1000%”, atingindo uma produção recorde de 1200 kg na primeira semana em que surgiram casos da Covid-19.

O processo de produção

As bebidas, na primeira fase, são transformadas em álcool com 40% a 50% de pureza, para depois entrarem em um novo processo de retificação, para atingirem uma pureza de 86%. O processo assemelha-se aos de destilarias, que se baseia na diferença entre o ponto de ebulição da água (100°C) e do álcool (78,4°C).

Fotografia: Cuniti Kawamura/AENoticias.

A fase seguinte leva os produtos ao laboratório da universidade, onde alcança 70% de pureza, tornando-o apto para limpeza. Para que tenha consistência, outros produtos químicos são adicionados à solução.

Para a distribuição, o álcool gel é colocado em embalagens a granel de 5 kg, pela própria universidade. Por fim, o desinfetante é distrubuído entre as instituições parceiras.

Soluções surgem em todo o mundo

Fotografia: Josh McLafferty

Destilarias na Colúmbia Britânica, no Canadá, também têm encontrado soluções para a alta demanda de álcool gel. Josh McLafferty, proprietário da Monashee Spirits Craft Distillery, passou a utilizar um subproduto do processo de destilação, que seria normalmente descartado, para produzir o desinfetante para mãos.

O proprietário comentou, em declaração à CBC News, que “tem sido fenomenal. Em dois dias, [a empresa] produziu mais de 40 litros”. O subproduto, que é dissolvido em água, pode ser misturado com aloe vera, para ter consistência, ou ser apenas borrifado na pele.

Na Ilha de Vancouver, a empresa Victoria Distillers adotaram um processo similar. Utilizando o álcool de sua produção, a destilaria fez uma parceria com a empresa Nezza Naturals, adicionando ao desinfetante óleos essenciais.

Jessalyn Peechie, gestora de marketing da empresa, declara que o produto “é apenas uma maneira de trazermos um pouco de alívio, nesses tempos loucos que estamos”. Com 40 litros do subproduto, é possível fabricar 840 recipientes de 60 mililitros de álcool gel.

Medidas de prevenção

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, decretou estado de emergência no país nesta última quinta-feira, 19 de março. O decreto estabelece, entre outras medidas, a restrição da circulação de pessoas, e o primeiro-ministro, António Costa, declarou que a população deve ficar em isolamento obrigatório.

As medidas cautelares tem o intento de diminuirem a velocidade de propagação do vírus, e possibilitaram uma queda de contágios de 43% para 22%. O primeiro-ministro ainda declarou que “é também um momento de emergência económica. Será um trimestre muito duro para todos”. 

Com o surgimento de medidas de contenção em diversos países, o canal do Youtube Kurzgesagt – In a Nutshell lembra da necessidade de “projetar socialmente o nosso comportamento”, para agirmos como “uma vacina social”. Por ainda não ter uma cura, as medidas cautelares tomadas pelos governos contra o vírus e a manutenção da higiene pessoal permitem um controle sobre a propagação da Covid-19. O vídeo ainda salienta que, ao ficar em casa, as pessoas podem “proteger aqueles que não podem ficar nas suas para que a sociedade continue funcional”.

“The Coronavirus Explained & What You Should Do” – Kurzgesagt – In a Nutshell